segunda-feira, 25 de outubro de 2010

SÉRIE SEITAS:DESMASCARANDO O ESPIRITISMO

ORIGEM E DOUTRINAS

2. 1 - Resumo histórico
Com certeza, é a mais antiga de todas as falsas religiões. No Éden, o diabo penetrou e realizou a primeira sessão espírita, usando a serpente como médium. O resultado dessa primeira manifestação do espiritismo foi a entrada do pecado na raça humana, e a queda foi o resultado disso; tudo pelo engano e a mentira de satanás.
Basta isto para mostrar o fruto do espiritismo, e servir de aviso aos que mexem com essa prática demoníaca.
Foi praticado na Babilônia (Is. 47. 9-12 / Na. 3. 4 / Ez. 21. 21); foi praticado no Egito (Is. 19. 3); foi praticado em Canaã (Is. 2. 6). Todas das as nações vizinhas de Israel praticavam, com freqüência, o espiritismo, daí o fato de serem ímpias, idólatras, imorais e rejeitadas por Deus. Não é de se admirar, Deus ter ordenado a Josué a destruição deles. Foram esses povos que contaminaram a Israel com suas feitiçarias, ocasionando o castigo Divino. (1 Sm. 28. 3 / II Rs. 21. 6).
A prática atual do espiritismo de invocar os mortos, não é recente. O espiritismo atual é a continuação da necromância e magia dos tempos antigos. Até os Hebreus chegaram a ponto de praticarem esta abominação, contrariando a expressa vontade de Deus.
Hoje, o espiritismo está sob nova roupagem, mas a essência é a mesma, apenas surgiram novos nomes! Hoje se diz: espiritismo, umbanda, macumba, etc, o que era necromancia ou magia.
Hoje se chama: médium, macumbeiro, pai de santo, ou cavalo, estas mesmas figuras eram chamadas de: mago, pitonisa, adivinho, feiticeiro.
O que era: oráculos, cavernas, astros é hoje chamado, de: centros, terreiros, tendas, etc.
Através dos tempos, têm sido redutos do espiritismo a China, a Índia, a áfrica e os povos indígenas em geral.
Allan Kardec, um professor francês, deu nova dimensão ao espiritismo, codificando suas doutrinas, diríamos que ele foi o grande precursor do espiritismo no mundo. Na realidade, seu verdadeiro nome era Leon Hippolyte Denizart Rivail. Adotou o nome de Allan Kardec, pela revelação de um espírito. Ele é, ainda hoje, a figura mais destacada do espiritismo.
Da Europa o espiritismo avançou para a América Latina. No Brasil, a primeira sessão espírita kardecista deu-se em Salvador, Bahia, em 1865, dirigida por Luiz Teles de Meneses. Em Salvador foi também fundado o primeiro jornal espírita brasileiro, em 1873. O Eco de além-túmulo. No Rio de Janeiro, Augusto Elias da Silva, organizou a Federação Espírita Brasileira (FEB) em 1884, tendo, no ano anterior (1883), fundado o jornal O Reformador, que é órgão oficial da FEB, até hoje. Atualmente o Brasil tem quase 200 jornais espíritas.
O Brasil tem o maior número de espíritas em todo mundo. Todas as ramificações do espiritismo somam 30 milhões de adeptos no Brasil (kardecistas, umbandas, candomblé, quimbanda, esoterismo, ecletismo, rosacrucionismo, teosofismo, legião da boa vontade, manto amarelo, etc.) A forma de trabalho usada pelo espiritismo, é forte e vem influenciando muitas pessoas. Com sua metodologia de divulgação através dos meios de comunicação, como rádio, televisão, internet, jornais e revistas, conseguem através da numerologia, signos, mapa astral, búzios, cartas, bolas de cristal e outros, alcançar muitos adeptos, que uma vez influenciados por estas práticas, acreditam estar no caminho certo.
O Espiritismo é um caminho obscuro, que leva o homem a ingressar em densas trevas espirituais. No início ele impressiona o incauto, depois o escraviza.

2. 2 - Doutrinas e Refutações.

Invocação de mortos. O mundo jaz no maligno, diz a Bíblia. Portanto, Satanás através de seus agentes vive em contato permanente com as criaturas. Ele conhece cada pessoa desde o dia que nasce até a morte, conhece seus hábitos, modo de falar, tonalidade de voz, tudo. Depois que a pessoa morre, o diabo tem condição de imitá-la com perfeição, além de conhecer sua vida pregressa. Assim sendo, quando o homem invoca o espírito do morto, aquele demônio familiar incorpora-se no médium e através deste fala àquele que o invocou com as mesmas características do morto, como se fosse ele. Isso empolga o incauto, que se torna cada vez mais adepto de Satanás, passando a fazer tudo que ele exige. Refutação: Vejamos. “Quando entrares na terra que o Senhor teu Deus te der, não aprenderás a fazer conforme as abominações daqueles povos, não se achará entre ti quem faça passar pelo fogo o seu filho ou a sua filha, nem adivinhador, nem prognosticador, nem agoureiro, nem feiticeiro, nem encantador, nem necromantes, nem mágico, nem quem consulte os mortos; pois todo aquele que faz tal coisa é abominação ao Senhor...” (Dt.18. 9-12). Prossegue a Palavra de Deus condenando o espiritismo: “Quando disserem: Consultai os necromantes e os adivinhos..., acaso não consultará o povo ao seu Deus? A favor dos vivos se consultarão os mortos? À lei e ao testemunho!” A lei foi dada por Deus através de Moisés: o testemunho é a palavra profética de Deus transmitida através dos profetas. Por eles Deus fala ao homem que o busca.
Jesus também ensina sobre o assunto na parábola do Rico e Lazaro: “Disse-lhe Abraão; Tem Moisés e os profetas, ouçam-nos. E disse ele: Não, pai Abraão, mas se alguns dos mortos fosse ter com eles arrepender-se-iam. Porém Abraão lhe disse: Se não ouvem a Moisés e aos profetas, tão pouco acreditarão ainda que algum dos mortos ressuscite”(Lc.16. 29-31). Como se vê, o modo admitido por Deus para que o homem venha a este mundo, depois da morte, é a ressurreição. E só Deus pode ressuscitar mortos.

Reencarnação. A teoria da reencarnação é o cerne de toda a doutrina espírita. Dizem os espíritas: é a volta da alma à vida corporal, mas em outro corpo novamente formado para ele que nada tem de comum com o antigo (O Eu segundo o Espiritismo, pg.25 – Alan Kardec). Refutação: A Bíblia não ensina sobre reencarnação e não existe nela o termo reencarnar. As escrituras tratam da ressurreição dentre os mortos (Lc. 20.35), quer dizer, levantar, erguer, surgir, sair de um local. Mas como os espíritas procuram confundir, dando sentido bíblico à sua absurda teoria da reencarnação, usa João 3 para dizer que Jesus ensinou sobre o renascimento, quando o texto diz nascer de novo, e pela própria explicação de Jesus fica bem claro que se trata do novo nascimento espiritual, isto é, nascer da água (palavra) e do Espírito Santo, nada tendo a ver com reencarnação. Os espíritas invocam a passagem bíblica, segundo a qual Jesus afirma que João Batista era Elias, que havia de vir, segundo Malaquias 4.5, de fato Jesus fez tal afirmação, vejamos o texto: “E os seus discípulos o interrogaram dizendo: Porque dizem então os escribas que é mister que Elias venha primeiro? E Jesus respondendo, disse-lhes: Em verdade Elias virá primeiro e restaurará todas as coisas, mas digo-vos que Elias já veio e não o conheceram, mas fizeram-lhe tudo o que quiseram. Assim farão também padecer o Filho do Homem, então entenderam os discípulos que lhes falara de João Batista (Mt. 17.10 -13). Mas o próprio João Batista, ao lhe perguntarem se ele era Elias, respondeu: “Não sou” (João 1.21), João Batista de fato não era Elias contudo Jesus afirmara que era o Elias prometido na profecia de Malaquias, a questão é dirigida pela própria Bíblia quando lemos a mensagem do anjo a Zacarias, anunciando o nascimento de João e afirmando que o Senhor “Irá adiante dele no espírito e poder de Elias, para converter os corações dos pais aos filhos, converter os desobedientes à prudência dos justos e habilitar para o Senhor um povo preparado”(Lc. 1.17). Veja-se que João Batista , na verdade não era Elias, mas Deus operou nele com o mesmo espírito que operou em Elias para a realização de obras semelhantes, Elias de si mesmo não teria feito nada se o Espírito de Deus não estivesse nele, igualmente João Batista. Em outras palavras, Deus estava anunciando que João Batista seria um profeta com a mesma operosidade de Elias. Contudo, os espíritas interpretam o texto de forma erronia, para encontrar apoio para sua doutrina, desprezam as regras elementares da hermenêutica, segundo as quais a Bíblia interpreta a si mesma; e não se pode formar doutrina de um texto isolado. Outro grande obstáculo que a doutrina da reencarnação não consegue transpor é a declaração bíblica segundo a qual “aos homens está ordenado morrerem uma só vez vindo depois disto o juízo” (Hb. 9.27). O Espiritismo diz que o homem nasce e morre várias vezes, pelo processo da reencarnação. Refutação. Pela Bíblia, depois de morto só resta o juízo para o homem, ao qual terá de comparecer após ressuscitado (Ap. 20. 11-15).

A caridade. Este é outro ponto básico do espiritismo, para o qual a salvação consiste no aperfeiçoamento e evolução espiritual, conseguidos através da prática de boas obras e do sofrimento. Refutação: A Bíblia diz: “Pela graça sois salvos, por meio da fé; e isto não vem de vós, é dom de Deus. Não vem de obras para que ninguém se glorie” (Ef.2. 8-9). Ao contrário do espiritismo, que prega uma salvação mediante a evolução do espírito humano, através de sucessivas reencarnações, a Bíblia assegura que a salvação se concretiza no ato em que a pessoa aceita Jesus Cristo como seu salvador, pela fé, com direito à vida eterna: “quem crer no Filho tem a vida eterna” (João 3.36).

A existência de outros mundos. Os espíritas dizem que existem outros mundos, para habitação dos espíritos nos seus vários estágios de evolução. Como base bíblica, usam João 14.2, onde Jesus diz que na casa do Pai há muitas moradas. Refutação: Ocorre que Jesus não fala de outros mundos habitados, mas da “casa de meu Pai”, isto é, o céu onde o trono de Deus está.

2. 3 - Cultos espíritas

Macumba – Sincretismo religioso que deriva de varias religiões indígenas e africanas. (dicionário Silveira Bueno) É um termo genérico comumente empregado em relação a Umbanda, Quimbanda, Candomblé, Vodu, bem como aos seus rituais ou oferendas. De modo geral, pode-se considerar como Macumba, o culto fetichista, de origem africana e de prática popular, sem normas, formas, doutrinas ou proibições. Acontece de tudo nos terreiros de macumba. Há uma mistura de orixás, exus, pretos velhos, almas desencarnadas, espíritos de “luz”, etc.

Umbanda – É um misto de espiritismo kardecista, catolicismo, budismo e mediunismo. Não tem um corpo de doutrinas definido e está se estabelecendo rapidamente no Brasil. A tônica da umbanda é a adoração aos orixás (deuses), que aparecem sempre como forças divinizadas da natureza que se incorporam nos médiuns “evoluídos” para fazerem o “bem”. Quanto aos Exus (espíritos opressores ou obsessores), são representados, na sua maioria, por forças negativas representativas de tudo o que não é bom: adultério, prostituição, pederastia, contendas, morte, maldade etc. São freqüentadores de encruzilhadas, cemitérios, florestas, pântanos e coisas assim. Normalmente é evitado. Contudo, costuma incorporar-se, de vez em quando, nas pessoas e para que seja afastado exige-se oferendas.
Quimbanda – Umbanda e Quimbanda são semelhantes, mas não são iguais. As diferenças básicas consistem no fato de que a Quimbanda dedica-se mais na prática do mal. Nos rituais prevalecem os sacrifícios de sangue. Suas cores prediletas são o preto e o vermelho, enquanto que, na umbanda, dedica-se ao “bem”, os sacrifícios são mais com flores, velas, perfumes e enfeites. Suas cores principais são o branco e o azul.

Candomblé – É semelhante à Quimbanda, com pequenas diferenças na forma, os nomes e os rituais, porém a essência é a mesma. O sangue do candomblé é verde. Seu segredo baseia-se nas folhas e ervas que usam nos trabalhos, umas para o mal, outras para o “bem”. Não invoca “preto velho” ou “almas”. Os orixás constituem sua principal veneração. O âmago dos sacrifícios são as pedras que representam deuses. Usa-se a prática de “fazer cabeça”, que é uma maneira de se vender a alma ao orixá. É um tipo de chantagem diabólica que obriga a pessoa a renunciar, enquanto viver à própria salvação, de modo que seus adeptos acham que nunca mais poderão deixar o candomblé. Para estes a palavra de Jesus é: “Se, pois o Filho vos libertar, verdadeiramente sereis livres” (João 8. 36).

POR: MÁRCIO DA SILVA
PROF. DA EBD

29 comentários:

  1. Quanto preconceito. Tenho pena de vocês. Por que denegrir, mentir e manipular sobre o espiritismo?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sinagoga de Satanás esses espíritas. Todos servindo o um deus sujo; e não o DEUS verdadeiro da Bíblia.

      Excluir
    2. Sinagoga de Satanás esses espíritas. Todos servindo o um deus sujo; e não o DEUS verdadeiro da Bíblia.

      Excluir
  2. Vocês colocam proprositalmente o espiritismo com cultos que nada tem em comum com a doutrina consoladora como o candomblé.
    No espiritismo não tem rituais, astrologia, numerologia, adivinhação, não tem feitiçaria.
    A incocação aos mortos é feito para esclarecer os próprios mortos sobre sua verdadeira condição e consolar as famílias.
    Que Deus os abençoe!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. não há como voltar dos mortos querido vc esta sendo enganado

      Excluir
    2. Rogerio Braga
      Deus é Deus de vivos e não de mortos amigo sai dessa vai para Cristo que ele lhe dara vida eterna.
      Você ta sendo enganado meu irmão só Jesus é a unica verdade ele é Deus o Pai o Filho e o Espirito Santo leia a biblia e você connhecera a verdade e a verdade te libertara.

      Excluir
    3. Sim ele é Deus de vivos. Pq o espirito continua VIVO. A unica coisa que morre é o corpo fisico. Pq em vez de julgar sem conhecer voces nao olha os dois lados do quadro? Veja os ensinamentos da doutrina espirita e julguem por si mesmo bandos de alienados.

      Excluir
    4. Rogério aquele que invoca a mortos , está invocandoa a demonios que enganam a milhares para que fiquem na vida que estão e pereçam eternamente! Fique atento , exitem muitas doutrinas por ai criadas por homens , más só Jesus pode te libertar ;)

      Excluir
    5. "Conhecereis a verdade e averdade vos libertara" : a vcs espiritas, a vcs "evangelicos", aos pais de santo e etc nada sabem sobre essa frase, fecham os olhos e ouvidos para verdade, será q n percebem! Quantas igrejas ou religiões Jesus fundou? Comparem os lideres religiosos de hj com os do passado, veram q são os mesmos que apedrejaram Estevão, mataram Jesus... Parem e pensem: oq mais divide e separa o ser humano no mundo? (RELIGIÕES), Jesus veio nos enssinar a amar ao proximo a vivermos em comunhão como irmãos. Vcs distorssem a palavra de Deus isolando, acrescentando e até criando fatos na biblia. Acordem o Sr. Nos ama e a religião ñ o agrada ele qr q sejamos todos irmãos, pois temos um único PAI.

      Excluir
    6. O Sr. Não habita em templos feito pelas mãos dos homens. Ñ sabeis vós q sois igreja e que o espirito santo habita em ti.

      Excluir
    7. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
    8. O Sr. Não habita em teplos feitos pela mão do homem! Não sabeis vós que sois igreja e o Espirito santo habita em vós.

      Excluir
    9. Vcs falam em caridade, amor , em expulsar demonios criticam uns aos outros e não tiram a trave dos olhos. Procurem falar menos e viver mais o evangelho.

      Excluir
    10. O Sr. Não habita em teplos feitos pela mão do homem! Não sabeis vós que sois igreja e o Espirito santo habita em vós.

      Excluir
    11. Nossa cara, como vc é inocente. Meu amigo, quem já morreu, já não tem mais volta. Não podemos mais interferir no mundo invisível onde habita os mortos. Quer consolar as famílias que perderam seus membros? Quer mesmo que eles sejam consolados? Apresente a essas famílias o Espírito Santo de Deus que é o consolador. Mais pela misericórdia de Deus, sai dessa vida iludida rapaz. A Bíblia diz que, quem está do lado de cima com Deus, não pode passar para baixo. E quem está debaixo sem Deus, não pode passar para cima. O rico suplicou a Deus que mandasse um dos mortos ter com seus irmãos, para que os 5 irmãos dele não fosse para aquele lugar de tormento. Sabe que foi a resposta de Deus ao rico? Lá tem Moisés e os profetas, eles houve? Disse o rico; não, mais se um dos mortos for ter com eles, eles ouvirão. Então O Senhor disse mais uma vez: se não houve a Moisés e os profetas, tão pouco acreditarão em um dos mortos ainda que ressuscite.

      Excluir
  3. Eu sou espirita e me senti muito ofendido pelas palavras de pouco conhecimento desse blog. Qual o sentido do amor a Deus e ao proximo daqueles que se julgam corretos utilizando de agressoes e investidas sobre outras crenças e credulos? Está na bíblia: "Amai a Deus sobre todas as coisas e ao proximo como a si mesmo."
    Vim ao seu blog procurar paz e encontro indicios de guerra. Que Deus perdoe você.
    Obrigado

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. paz e encontro vc vai encontrar em jesus a qual é unico que pode lhe ofereçer isso....tens teu intelecto satisfeito no espiritismo!!.... mais e sua paz de alma?? sendo que jesus disse: vim para teres vida com abundancia...sua alma esta completa?

      Excluir
    2. Para : Vitor Martins
      Meu amigo você crer em Deus como você fala e que Deus é amor certo!
      Então se você crer no amor de Deus e crer nele você também não deveria acreditar na sua palavra????
      Ler aqui o que diz a palavra do SENHOR!
      (Dt 18.9-12)
      (Dt 18.
      9 Quando entrares na terra que o SENHOR teu Deus te der, não aprenderás a fazer conforme as abominações daquelas nações.
      10 Entre ti não se achará quem faça passar pelo fogo a seu filho ou a sua filha, nem adivinhador, nem prognosticador, nem agoureiro, nem feiticeiro;
      11 Nem encantador, nem quem consulte a um espírito adivinhador, nem mágico, nem quem consulte os mortos;
      12 Pois todo aquele que faz tal coisa é abominação ao SENHOR; e por estas abominações o SENHOR teu Deus os lança fora de diante de ti.
      13 Perfeito serás, como o SENHOR teu Deus.
      14 Porque estas nações, que hás de possuir, ouvem os prognosticadores e os adivinhadores; porém a ti o SENHOR teu Deus não permitiu tal coisa.
      Então meu amigo vamos crer na palavra de Deus!

      Excluir
  4. muito bom gostei muito estou ajudando um amigo a sair desse engano q esta acabando com as pessoas q tem por nome espiritismo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Intolerância religiosa é crime e falta de conhecimento esse autor do blog não sabe de absolutamente nada do espiritismo

      Excluir
    2. Intolerância religiosa é crime e falta de conhecimento esse autor do blog não sabe de absolutamente nada do espiritismo

      Excluir
  5. O Espiritismo é uma Doutrina de cunho Científico, Filosófico e MORAL.
    Por que MORAL? - Porque não está atrelada a nenhuma religião!
    Ela veio diretamente da orientação espiritual sem qualquer vinculação com segmentos religiosos.
    Kardec era uma cientista, não um religioso.
    A Doutrina dos Espíritos foi lançada em ambiente neutro, visto que foi codificada por uma pessoa completamente neutra das interferências religiosas.
    A Doutrina Espirita não contém rituais, nem hierarquias, não possui donos e não tem segredos e não faz milagres.
    A Doutrina Espirita pode ser chamada de Religião dos Espíritos.

    ResponderExcluir
  6. A Paz!!! Gostei muito do seu blog e estou seguindo, visite-nos quando puder
    http://gospelcards.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. JESUS É O CAMINHO A VERDADE E A VIDA.
    NINGUEM VEM AO PAI A NAO SER POR MIM

    NAO HA OUTRO CAMINHO QUE TRAZ PAZ,ALEGRIA E O PRINCIPAL SALVAÇÃO

    SOMENTE JESUS E NAO O SER RELIGIOSO

    ResponderExcluir
  8. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  9. O espiritismo, dentro da acepção da codificação de Kardec é um corpo doutrinário recente, fruto do modernismo positivista e da pretensão científica de elucidar em seu próprio bojo questões de ordem metafísica (diga-se de passagem Kardec era analfabeto em filosofia e metafísica).

    Sendo então um movimento recente é notório que sua influência na história não se deu por vias diretas, senão pelas correntes pelas quais ele se inspirou (maioria de cunho gnóstico). Dessa forma não há que se falar em estudar a doutrina espírita a luz dos eventos, pois o processo histórico não foi palco de manifestação direta da codificação.

    Em contrapartida o processo civilizacional ocidental é absolutamente Cristocêntrico e só pode ser compreendido na medida em que os sujeitos históricos incorporam a doutrina em um corpo conciso e sintético. Essa compilação e formação do corpo doutrinário não é a revelação em si, a revelação é a manifestação do Verbo no mundo físico, ou seja Deus que se fez carne, não existe nem existirá outra revelação fora essa mesma, tudo foi consumado.

    O ministério de Jesus na história é a própria revelação divina que se desdobra no cenário físico, na qual todas as leis, as profecias e sinais serão convergidos N´ele a fim de que pelo testemunho direto dos apóstolos haja a anunciação do evangelho (a boa nova do reino de Deus, a nova aliança) para todos os povos e nações. A formação da Igreja se dá como sustentáculo da verdade, para preservação da doutrina e para que o inferno nela não prevaleça.

    Só existiu e ainda existe civilização, alta cultura, moral, ciência, educação, porque a Igreja de Cristo preservou esse testemunho dos apóstolos, os pais da igreja, criando uma estrutura eclesiástica Cristocêntrica fidedigna ao que foi revelado desde o princípio.
    Fonte: http://flavioflavio285.blogspot.com.br/2011/09/refutacao-do-espiritismo.html

    ResponderExcluir
  10. Como as pessoas podem por o nome de Deus em sentros espirita ist é uma blasfemia

    ResponderExcluir
  11. O que a umbanda tem de catolicismo? Não vejo semelhança alguma!

    ResponderExcluir
  12. O que a umbanda tem de catolicismo? Não vejo semelhança alguma!

    ResponderExcluir