terça-feira, 21 de dezembro de 2010

O ESTADO FINAL DO ÍMPIO E DO JUSTO

" E na vida eterna de gozo e felicidade para os fiéis e de tristezas e tormento para os infiéis (Mt.25.46)"

Em Daniel 12.2 está escrito: " E muitos do que dormem no pó da terra ressuscitarão, uns para a vida eterna, e outros para vergonha e desprezo eterno". Este texto, como outros das Sagradas Escrituras, deixam claro que o destino dos justos será um e o dos ímpios, outro.
Outro texto claro sobre o assunto é a parábola do Rico e Lázaro, em Lucas 16. O rico ímpio foi lançado no inferno, enquanto o justo e Pobre Lázaro foi para " o seio da Abraão". Nitidamente, os ímpios terão um estado final absolutamente do dos justos.

ESTADO FINAL DOS ÍMPIOS
A palavra de Deus descreve o estado final dos ímpios como algo terrível e que supera a imaginação humana. Esse estado é definido como "trevas exteriores", lugar de " choro e ranger de dentes" (Mt.22.13 25.30 Rm.2.8-9 e Jd.13). Trata-se de uma referência ao remorso e à frustração que o ímpio sentirá devido à manifestação da ira de Deus sobre ele. A Bíblia também chama esse estado de "fornalha de fogo" (Mt.13.42,50). Esse fogo é inextinguível por natureza (Mc.9.43 e Jd.7).
Esse terrível estado é denominado ainda de lugar de onde "a fumaça do tormento sobre para todo sempre"(Ap.14.11; 20.10). É lugar de destruição eterna (2Ts.1.9)
Jesus também chamou esse estado de gebenna, um nome aramaico do vale de hinom. Esse vale é um percurso estreito que vai do oeste ao sul de Jerusalém. Ele ficou conhecido por Judeus apóstata ao deus amonita Moloque. Crianças eram oferecidas em sacrifício (2Rs.23.20 e Jr.7.31). Tempos depois, o vale de Hinom se tornou depósito de lixo da cadade de Jerusalém. Ali sempre ardia fogo, sempre havia lixo sendo queimado. Por isso Jesus ilustrou o estado final dos ímpios com o gebenna.

ESTADO FINAL DOS JUSTOS
Já o estado final dos justos é denominado na Bíblia "a cidade que tem fundamentos, da qual o artífice e construtor é Deus" (Hb.11.9-10,16). Os justos estarão na chamada Nova Jerusalém. A habitação e o trono divinos estarão com seu povo (Ap.21.3,22; 22.3).
Outro termo usado para se referir ao estado final dos justos é "céu". Céu na Bíblia pode ter três significados: atmosfera ou universo (Gn.1.1), sinônimo de Deus (Lc15.18,21) e morada de Deus (Mt.6.9 e Jo.14.1-6).
No céu haverá a ausência absoluta do mal (Ap.21.4). Será lugar de descanso (Hb.4.9-11). Lá terminação a peregrinação do cristão e a sua luta contra a carne, o pecado, o diabo e o mundo. Será um lugar de gozo inefável e eterno! Aleluia!

POR MÁRCIO DA SILVA
PROF DA EBD

Um comentário:

  1. Excelente postagem.
    Aguardamos o noivo a qualquer momento, Ele fira nos buscar. Essa é nossa esperança.

    ResponderExcluir